Tempo
|
A+ / A-

Benfica

Gaspar Ramos critica "ingenuidade enorme" de Bruno Lage

28 nov, 2019 - 12:45 • João Fonseca

Antigo dirigente do Benfica elogia os jogadores, mas considera que o treinador falhou nas substituições que fez e que levaram o Leipzig ao empate que ditou o adeus à Liga dos Campeões.

A+ / A-

O empate (2-2) do Benfica em Leipzig, com consequente adeus à Liga dos Campeões, foi recebido com "desolação", principalmente depois de ter estado em vantagem no marcador. O ex-dirigente das águias Gaspar Ramos afirma, em entrevista a Bola Branca, que o resultado só aconteceu por manifesta "ingenuidade na parte final" de Bruno Lage.

Antigo chefe do departamento de futebol, Gaspar Ramos aplaude o empenho dos jogadores, porém, questiona as opções de Bruno Lage.

"O adversário a pôr cada vez mais gente na nossa área. Em vez de meter o Jardel e reforçar a zona central do terreno, [Lage] vai substituir um ponta de lança por outro ponta de lança, quando não era necessário. Portanto, acho que foi um erro enorme do Lage. Ele utilizou bem a tática inicial, porque reconheceu a nossa fragilidade perante o adversário e era a única forma de se opor e conseguiu, mas na parte final mostrou uma ingenuidade enorme", sustenta o antigo dirigente do Benfica.

Benfica tem de ir à Liga Europa e ao mercado

Apesar de difícil, o ex-dirigente deseja a continuidade do Benfica agora na Liga Europa, porque "o Zenit é uma equipa que estará ao alcance".

Em suma, e num balanço a mais uma participação negativa do Benfica na Liga dos Campeões, Gaspar Ramos pede reforços em janeiro, algo que o próprio treinador, acredita, "começa a pensar melhor".

"Ele começou a convencer-se de que alguns daqueles meninos que ele naturalmente acarinha, e acho muito bem, têm muitas qualidades, mas falta potencial a nível de experiência e competitividade para estar nestas provas", remata o antigo diretor de futebol das águias.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Juíz Vermelho
    28 nov, 2019 Catedral da Luz 19:03
    O problema principal não é o Lage, mas a política desportiva do atual presidente. E isso só se resolve com outro presidente, porque com este... Será sempre mais do mesmo e banha-da-cobra para ir enganando os ingénuos. Pelo menos até ao dia em que os sócios e adeptos perceberem que já não têm um clube desportivo mas uma sociedade financeira e de construções, com uma equipa de futebol que joga ao Domingo...