|
A+ / A-

VAR da Libertadores substituído devido a elogios ao River Plate

20 nov, 2019 - 11:55 • Redação

O uruguaio Esteban Ostojich substitui o peruano Diego Haro, que infringiu as regras com uma entrevista prévia à final.

A+ / A-

A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) anunciou que decidiu excluir o videoárbitro Diego Haro da final da Taça Libertadores, que opõe o Flamengo, de Jorge Jesus, ao River Plate, no sábado.

Explica a Conmebol, em comunicado no site oficial, que a dispensa do árbitro peruano se deve ao "incumprimento da política interna de arbitragem, com relação a entrevistas sem autorização prévia".

Acontece que Diego Haro concedeu uma entrevista sobre a final da Libertadores à rádio argentina "Super Mite Deportivo", em que elogiava a "revolução futebolística" do River Plate, na América do Sul:

"O River gerou uma revolução futebolística na América do Sul, nos últimos cinco anos. Tem um jogo dinâmico e conseguiu títulos em pouquíssimo tempo. O Flamengo, por outro lado, está em mudança e acabou de encontrar uma filosofia de jogo com seu novo treinador."

Diego Haro é substituído por Esteban Ostojich, do Uruguai, na função de videoárbitro. A partida será dirigida pelo chileno Roberto Tobar.

A final da Taça Libertadores, entre os brasileiros do Flamengo, treinados por Jorge Jesus, e os argentinos do River Plate, está marcada para sábado, às 20h00, no Estádio Monumental "U", em Lima, no Peru.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.