|

 Casos Ativos

 Internados

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

d. manuel clemente

Caso do bebé abandonado no lixo mostra que "tomamos pouco cuidado uns dos outros”

14 nov, 2019 - 18:00 • Teresa Paula Costa

"Somos uma sociedade pouco ‘paliativa’", diz o presidente da CEP e cardeal patriarca de Lisboa.

A+ / A-

O presidente da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP), D. Manuel Clemente, considera que o caso do recém-nascido abandonado no lixo pela própria mãe evidencia uma sociedade que, por "ausência", permite a ocorrência de tragédias deste tipo.

"Somos uma sociedade pouco ‘paliativa’, tomamos pouco cuidado uns dos outros”, disse o presidente da CEP, esta quinta-feira, em Fátima, no final da assembleia plenária dos bispos portugueses.

Salientando que no caso da diocese de Lisboa “há muita gente no terreno”, D. Manuel Clemente apontou o exemplo da Comunidade Vida e Paz, “que está todos os dias no terreno”.

Além desta instituição da Igreja, há “muitas outras pessoas que estão envolvidas nesta frente dos sem abrigo” e que lhes proporcionam “condições de vida e de recuperação, mas, infelizmente, a nossa sociedade ainda permite coisas dessas, por ausência, por isso, temos de fazer mais e melhor.”

Relativamente ao desfecho deste caso, o cardeal patriarca diz concordar "inteiramente" com "o que tem sido dito, concretamente, pelo chefe de Estado e pelo senhor bispo de Santarém, que é o presidente da nossa Comissão Episcopal da Pastoral Social".

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Vera Costa
    16 nov, 2019 01:40
    Verdade!