|
A+ / A-

EUA. Tiroteio numa escola secundária em Los Angeles faz dois mortos e vários feridos

14 nov, 2019 - 16:30 • Redação

Dois estudantes morreram e outros três ficaram feridos durante o ataque numa escola secundária na Califórnia. O alegado atirador tem 16 anos e já foi detido.

A+ / A-

Pelo menos duas pessoas morreram e outras três ficaram gravemente feridas após um tiroteio numa escola secundária na cidade de Santa Clarita, a sul da Califórnia, nos Estados Unidos.

Estes dados foram confirmados pela polícia de Santa Clarita, no Twitter.


O alegado autor do tiroteio tem 16 anos e foi detido após cerca de uma hora em fuga. O suspeito está ferido e a ser tratado no hospital.

As duas vítimas mortais são um adolescente de 14 anos e uma jovem com 16 anos.

O tiroteio aconteceu por volta das 7h30 da manhã, hora local, 12h30 em Portugal, pouco antes do início de mais um dia de aulas na escola secundária Saugus, em Santa Clarita.

Em conferência de imprensa, o xerife de Los Angeles, Alex Villanueva, disse que as unidades policiais chegaram ao local em dois minutos, após o primeiro contacto, onde encontraram seis feridos, transferindo-os para hospitais locais. Mais tarde, um dos feridos foi identificado como o alegado autor do tiroteio.

Segundo o xerife, o aniversário do jovem suspeito é esta quinta-feira.

As autoridades acreditam que é apenas um atirador, mas as investigações prosseguem.

O sub-xerife de Los Angeles, Tim Murakami, escreveu no Twitter que a polícia está a entrevistar todos os alunos da escola onde o ataque decorreu.

Murakami acrescentou ainda que estão a investigar rumores de que o suspeito terá postado ameaças nas redes sociais.

[em atualização]

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.