|
A+ / A-

Seleção A

Ronaldo está apto? "Gostava de ser médico, mas não tenho tempo", confessa Gonçalo Paciência

12 nov, 2019 - 10:10 • Redação

O avançado do Eintracht Frankfurt respondeu com honestidade e humor às perguntas sobre a lesão do capitão da seleção.

A+ / A-

Gonçalo Paciência gostava de confirmar se Cristiano Ronaldo está apto para representar a seleção nacional, para os jogos com Lituânia e Luxemburgo, mas não tem habilitações para isso. Ainda.

Em conferência de imprensa na Cidade do Futebol, de antevisão dos dois jogos de qualificação para o Euro 2020, o ponta-de-lança do Eintracht Frankfurt foi questionado sobre a disponibilidade de Ronaldo, face à lesão sofrida com a Juventus. Gonçalo destacou que, se o capitão está concentrado com a seleção, "é porque está pronto".

"Relativamente às questões físicas, infelizmente, ainda não tenho curso de médico. Gostava de ter um dia, mas não tenho tempo para isso", brincou.

De qualquer forma, Gonçalo está contente por ter CR7 na seleção: "É importante que ele esteja aqui connosco, é o melhor do mundo e isso, por si só, já diz tudo."

Cristiano Ronaldo foi substituído a meio da segunda parte do último jogo pela Juventus, frente ao AC Milan. No final do jogo, o treinador da equipa italiana, Maurizio Sarri, disse que o português tem uma lesão no joelho que o tem impedido de treinar em pleno.

Fica a dúvida se o avançado da Juventus poderá ajudar Portugal na receção à Lituânia, na quinta-feira, às 19h45, no Estádio Algarve, e na visita ao Luxemburgo, três dias depois, às 14h00. Os dois encontros, referentes à fase de apuramento para o Euro 2020, terão relato em direto na Renascença e acompanhamento ao minuto em rr.sapo.pt.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.