|

 Casos Ativos

 Internados

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Ministério Público já constituiu nove arguidos no caso da derrocada em pedreira de Borba

11 nov, 2019 - 16:34 • Lusa

O acidente, que fez cinco mortos, ocorreu há quase um ano, no dia 19 de novembro de 2018.

A+ / A-

O Ministério Público (MP) revelou esta segunda-feira que já constituiu nove arguidos, um deles uma pessoa coletiva, no âmbito do inquérito ao acidente ocorrido há quase um ano em pedreiras em Borba, que provocou cinco mortos.

"Até ao momento e para além dos exames médico-legais relativamente às cinco vítimas mortais, foram ouvidas 21 testemunhas, constituídos nove arguidos, sendo um deles uma pessoa coletiva, foram concluídos exames periciais e analisada inúmera documentação", diz um comunicado publicado esta segunda-feira na página de Internet do Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Évora.

Segundo o mesmo comunicado, para a conclusão e consequente encerramento do inquérito instaurado ao acidente ocorrido em Borba, distrito de Évora, no dia 19 de novembro do ano passado, decorrem ainda diligências.

Estas diligências são "tendentes à obtenção de elementos de prova documental que se reputam como essenciais à descoberta da verdade e à qualificação jurídico-criminal dos factos e ainda elementos de prova pessoal", frisou o MP.

Nessas diligências, pode ler-se, o MP continua a ser coadjuvado pela Polícia Judiciária (PJ).

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.