|
A+ / A-

Ciclismo de pista. Rui Oliveira 14.º em omnium

11 nov, 2019 - 00:39 • Lusa

Português tenta garantir lugar nos Jogos Olímpicos 2020.

A+ / A-

O ciclista Rui Oliveira foi 14.º no concurso olímpico de omnium da etapa escocesa da Taça do Mundo de pista, que terminou em Glasgow, enquanto Iuri Leitão foi sétimo em scratch.

De acordo com a nota publicada pela Federação Portuguesa de Ciclismo (FPC), com estes resultados, os dois corredores subiram na classificação geral da Taça do Mundo das respetivas disciplinas.

Rui Oliveira, que luta pela qualificação olímpica em omnium, foi 14.º no concurso que agrupa quatro disciplinas: scratch, corrida tempo, eliminação e corrida por pontos. Segundo a FPC, este foi mais um resultado de consolidação da candidatura portuguesa a Tóquio 2020, uma vez que as nações que estão imediatamente atrás de Portugal no “ranking” de apuramento, Cazaquistão, Alemanha e Hong Kong, fizeram pior do que Rui Oliveira.

O representante português começou o concurso com o sétimo lugar em scratch, seguindo-se o 20.º na corrida tempo e o sétimo em eliminação. Na corrida por pontos, Rui Oliveira pontuou num sprint, acabando com 61 pontos, no 14.º lugar. O francês Benjamin Thomas venceu com 130 pontos, seguindo-se o britânico Mark Stewart com 109 e o italiano Fracesco Lamon com 106. Ao fim de duas etapas, Rui Oliveira subiu ao segundo lugar da geral da Taça do Mundo de omnium, comandada pelo dinamarquês Lasse Norman Hansen.

Na disciplina de scratch, Iuri Leitão somou o sétimo lugar de hoje ao sexto da semana passada, subindo ao terceiro posto da geral da Taça do Mundo nesta disciplina. Nos 15 quilómetros de hoje, 60 voltas ao Velódromo Sir Chris Hoy, dois corredores destacaram-se, ganhando uma volta aos demais. O irlandês Felix English ficou com a medalha de ouro e o espanhol Sebastián Mora arrebatou a prata. O terceiro classificado, e melhor do pelotão principal, foi o alemão Maximillian Beyer.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.