A+ / A-

Cardeal de Barcelona acredita que é desta que se forma Governo em Espanha

09 nov, 2019 - 20:04 • Susana Madureira Martins

Dom Juan Jose Omella não toma posições políticas sobre a questão da Catalunha, mas insiste que é preciso “respeito e convivência” entre todos os envolvidos.

A+ / A-

Este domingo é dia de eleições legislativas em Espanha, as quartas no espaço de quatro anos, convocadas pela falta de acordo dos partidos em formar Governo.

De passagem por Lisboa, o arcebispo de Barcelona diz que tem esperança que desta vez possa ser possível um entendimento.

O cardeal Juan José Omella não faz previsões sobre o resultado eleitoral mas tem um desejo: que haja condições para formar governo em Espanha.

“Vamos ter eleições, vamos esperar, sempre com esperança pelo resultado e oxalá que se possa formar Governo.”

O arcebispo de Barcelona evita qualquer tomada de posição sobre a situação na Catalunha, mas pede respeito e diálogo entre as instituições, bem como um crescimento de convivência, paz social e solidariedade entre todos.

“Sim, essas são as orações que fazemos, e as minhas cartas pastorais em cada semana têm sempre esse toque de caminhar na convivência e respeito entre uns e outros. Somos diferentes uns dos outros, pensamos de maneira diferente, as opções políticas numa sociedade democrática existem, mas sempre dentro da lei, do diálogo e do respeito”.

Para o arcebispo Juan José Omella tudo o que vá além disto são “temas políticos” e sem opção de qualquer comentário do arcebispo de Barcelona.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.