A+ / A-

Casal português assassinado na Venezuela

08 nov, 2019 - 11:04 • Lusa

Polícia venezuelana está a investigar o caso. São já quatro os portugueses mortos em atos de violência.

A+ / A-

Um homem, motorista, e uma mulher foram mortos a tiro na Venezuela, numa tentativa de assalto à casa onde viviam, em Los Teques, a cerca de 30 quilómetros da capital, Caracas.

As autoridades venezuelanas estão a investigar o homicídio do casal português, que aconteceu na quinta-feira pelas 17h30 (22h00 em Lisboa).

As vítimas têm 59 (o homem) e 61 anos (a mulher).

De acordo com o Corpo de Investigações Científicas, Penais e Criminalísticas (CICPC, antiga Polícia Técnica Judiciária), encarregado da investigação, os vizinhos chamaram a polícia depois de ouvirem os tiros.

Com este homicídio, sobe para quatro o número de portugueses mortos na Venezuela em sete dias. Na última terça-feira, um comerciante português de 57 anos, foi assassinado a tiro na localidade de San Vicente, Girardot, um dos municípios mais povoados do estado venezuelano de Arágua, a 110 quilómetros a oeste de Caracas.

Na sexta-feira passada, desconhecidos mataram um casal de portugueses à facada, num assalto à residência onde viviam, em Mariche, no leste de Caracas.

Na Venezuela são frequentes as queixas da população sobre a alta criminalidade, situação que afeta tanto cidadãos nacionais como estrangeiros.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.