A+ / A-

Advento marcado por exposição sobre gravidez na Igreja da Amadora

06 nov, 2019 - 17:15 • Filipe d'Avillez

Vários artistas aceitaram o convite de “reinventar” a gravidez sob os espetros de Espanto, Esperança e Vida. A exposição será inaugurada no dia 9 de novembro.

A+ / A-

A Igreja Matriz da Amadora vai acolher, a partir de sábado, dia 9 de novembro, uma exposição alusiva ao tema da gravidez.

Um grande número de artistas, das mais diversas áreas, aceitou o convite de criar obras sobre este tema, sob três perspetivas diferentes, e que estarão expostas durante o Advento – altura em que os cristãos preparam a celebração do nascimento de Jesus Cristo – passando pelo Natal e culminando com a Epifania, a 6 de janeiro.

O nome da exposição, “Ó do Mundo, Senhora da Terra – Grávida de Vida”, remete de forma clara para uma dimensão religiosa, uma vez que a imagem de Maria grávida com Jesus é conhecida como Nossa Senhora do Ó, devido precisamente à forma arredondada da barriga expectante.

Segundo o comunicado enviado à Renascença, “A iniciativa pretende estimular a criatividade dos artistas, assumindo explicitamente o desafio de fronteira proporcionado pela cultura. ‘Ó do Mundo, Senhora da Terra – Grávida de Vida’, enquadra uma tripla abordagem do tema: Espanto, Esperança e Vida – Grávida de Espanto, Grávida de Esperança e Grávida de Vida.”

Entre os artistas que confirmaram a sua participação encontram-se nomes como Abílio Febra, Alves Dias, Arlindo Arez, Artur Bual, Carlos Dugos, Carlos Godinho, Dulce Gaspar, Eduardo Nascimento, Elsa Costa, Fernanda Páscoa, Francisco Noronha de Andrade, Hugo Claro, Jica, João Limpinho, Jorge Bandeira, José Alexandre de S. Marcos, José Grazina, José Ramalho, Laranjeira Santos. Ludgero Rolo, Mafalda D’Éça, Maria de Fátima Silva, Maria João Gromicho, Paulo Nogueira, Rodrigo Dias, Rui Braz, Sílvia Neto e Victor Lages, Victória Matamoros. As obras são de escultura, pintura e fotografia.

Para além da mostra artística haverá um ciclo de eventos, incluindo uma conversa sobre cultura e espiritualidade, no dia 30 de novembro às 21h30, um encontro de coros, no dia 7 de dezembro, à mesma hora e um concerto no dia 15 de dezembro, às 16h00.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.