|
Renascença Reportagem
O espaço de reportagem da Renascença. Segunda depois das 13h.
A+ / A-
Arquivo
Reportagem O Lado Político de Sophia, da jornalista Maria João Costa
Reportagem O Lado Político de Sophia, da jornalista Maria João Costa

CENTENÁRIO DO NASCIMENTO

O lado político de Sophia. "A política é um capítulo da moral"

05 nov, 2019 • Maria João Costa e André Peralta (sonorização)


Na terça-feira não perca a reportagem especial da Renascença a marcar os 100 anos do nascimento da poeta.

Se fosse viva, Sophia de Mello Breyner Andresen faria 100 anos na próxima quarta-feira, 6 de novembro.

Para além de poeta e escritora, Sophia teve um lado marcadamente político; foi deputada na Assembleia da República e envolveu-se em várias causas, desde os presos políticos à libertação de Timor-Leste. Na sua obra poética, estão muitas das ideias políticas que defendeu.

Para marcar o centenário do seu nascimento, a Renascença foi ao encontro dos testemunhos de quem a conheceu de perto e de quem com ela conviveu no Parlamento. Todos recordam os valores que a moviam.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.