Tempo
|
A+ / A-

Mulher suspeita de burla e roubo à mão armada extraditada de França

24 out, 2019 - 12:49 • Redação

Os crimes foram praticados em Sintra. Suspeita tinha fugido de Portugal.

A+ / A-

Uma mulher de 34 anos, com fortes indícios da prática de crimes de burla qualificada e roubo à mão armada, foi detida pela Polícia Judiciária, em colaboração com as autoridades francesas.

A suspeita fazia parte de um grupo, cujos elementos se diziam negociantes de diamantes para aliciar as vítimas a participar num negócio.

Conseguiam, desse modo, que as mesmas utilizassem dinheiro próprio para aquisição das pedras preciosas, que, na verdade, não passavam de pedaços de vidro.

Em 2017, uma das vítimas, ao aperceber-se das verdadeiras intenções do negócio, pretendeu desistir, mas foi impedida pelos autores, que lhe apontaram uma arma de fogo e se apropriaram de todo o dinheiro que possuía.

A mulher agora detida conseguiu, entretanto, colocar-se em fuga para França, onde foi localizada e detida, sendo presente nesta quinta-feira a primeiro interrogatório judicial, no qual será sujeita à aplicação das medidas de coação adequadas.

Os restantes membros do grupo encontram-se em prisão preventiva.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.