Tempo
|
A+ / A-

Madeira

Trabalhador morre soterrado após derrocada em pedreira no Funchal

23 out, 2019 - 15:34 • Redação

Bombeiros Voluntários Madeirenses e Bombeiros Sapadores estão no local.

A+ / A-

Um trabalhador morreu soterrado esta quarta-feira na sequência de uma derrocada na Estrada da Fundoa, em São Roque, na ilha da Madeira, confirmou fonte dos serviços regionais de Proteção Civil à Renascença.

A informação foi confirmada pouco depois de fonte dos Bombeiros Voluntários Madeirenses ter avançado à Renascença que a derrocada teve lugar numa pedreira.

Segundo a agência Lusa, a vítima, de 41 anos, casado e pai de dois filhos, trabalhava como maquinista há vários anos. Era natural do Jardim da Serra, freguesia do concelho de Câmara de Lobos, a oeste do Funchal.

De acordo com o delegado de Saúde do Serviço de Saúde da Madeira, citado pela agência, o homem morreu no interior da escavadora onde se encontrava. O seu corpo foi removido do local numa viatura funerária pelas 17h45, após a intervenção das equipas de socorro dos Bombeiros Sapadores do Funchal, Bombeiros Voluntários Madeirenses e Serviço Regional de Proteção Civil.

A pedreira onde se deu a derrocada fica numa encosta sobranceira à Estrada da Fundoa, nos arredores da capital madeirense. O trabalhador encontrava-se no interior da cabine da escavadora à hora da derrocada.
Enquanto decorriam as operações de remoção das pedras, vários familiares da vítima foram chegando ao local, pelo que o Serviço Regional de Proteção Civil acionou uma equipa para lhes prestar apoio psicológico.

O alerta para a derrocada foi dado por volta das 14h. De acordo com "O Jornal da Madeira", a pedreira pertence à empresa Brimade.

[atualizado às 18h10]

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+