Ribeiro Cristovão
Opinião de Ribeiro Cristovão
A+ / A-

​E houve mesmo Taça

21 out, 2019 • Opinião de Ribeiro Cristovão


Das dezoito equipas do escalão principal, sete tombaram logo na primeira eliminatória em que tomaram parte.

E, afinal, como se suspeitava houve mesmo Taça, essa competição mágica que tem sempre aberta a porta às mais ousadas surpresas, e que percorreu o país de lés-a-lés.

Sporting, Vitória de Guimarães, Boavista, Desportivo das Aves, Marítimo, Portimonense e Tondela, ficaram pelo caminho tombados por alguns heróis que a história vai registar para sempre.

Curiosamente, das sete equipas chumbadas logo à partida, quatro delas, Sporting, Guimarães, Boavista e Aves, já tiveram o privilégio de levantar o caneco na sempre formidável apoteose do Estádio Nacional.

Na eliminatória que se seguirá teremos, portanto, onze sobreviventes da Liga mais profissional.

Claro que fica também o registo de algumas surpresas e, sobretudo, de um escândalo maior.

Exatamente aquele que tem a ver com o afastamento do Sporting frente a uma equipa, a do Alverca, que milita no terceiro escalão nacional.

E não é apenas o resultado final que fica a manchar a história leonina, é também, e sobretudo, a exibição de uma equipa que nunca foi capaz de exibir um mínimo de qualidade que pudesse permitir salvar-lhe a face.

Uma equipa que deixou dúvidas logo que foi anunciada a sua constituição para a disputa do jogo, por se ter ficado a saber que o seu treinador parecia disposto a jogar a sorte das varas.

Fazer alinhar um onze desfalcado de sete dos seus habituais titulares, representou um risco que viria a considerar-se fatal, tornando ainda mais cinzento um ambiente no qual Silas começa a estar cada vez mais envolvido.

Escandalosa é igualmente a saída da Taça do Vitória de Guimarães por não ter tido capacidade para levar a melhor sobre uma equipa do terceiro escalão, o Sintra-Football.

Houve Taça. Veremos se os “desastres” registados vão ou não deixar marcas assinaláveis nos próximos tempos.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.