|
A+ / A-

Crianças rezam o Terço pela paz em mais de 80 países do mundo

18 out, 2019 - 06:58 • Ana Lisboa

A iniciativa é da Fundação Ajuda à Igreja que Sofre. Em Portugal, o ponto alto será no Santuário de Fátima, às 18h30, com transmissão na Rádio Renascença.

A+ / A-

“Um Milhão de Crianças Rezam o Terço” é como se designa a Jornada de Oração convocada, mais uma vez, pela Fundação AIS para este dia 18 de Outubro.

O objetivo “é fazermos esta grande corrente de oração em todo o mundo” para se rezar “pela paz e pela unidade no mundo e, em particular, por estes dois países (Iraque e Síria), que têm sido muito fustigados nos últimos anos com todo este drama da guerra, dos conflitos, da presença de grupos radicais, da perseguição”, diz Catarina Martins Bettencourt, responsável pelo secretariado nacional da AIS.

"É para nós muito importante que neste dia mais e mais pessoas se juntem e que rezem com esta intenção, porque só todos juntos é que podemos fazer algo para mudar o mundo e mudar a situação atual em que vivemos”. Como instituição católica, a Fundação Ajuda à Igreja que Sofre “acredita no poder da oração”.

Esta iniciativa pretende ainda “despertar consciências, mobilizar boas vontades e dar um sinal inequívoco de que contra a força das armas há sempre o poder da fé”.

Desde há quatro anos que a AIS se associa a este evento e de ano para ano nota-se que “são mais as paróquias, são mais os grupos de oração, são mais os colégios que se juntam a nós e que querem estar presentes nesta grande iniciativa de oração”.

Em Portugal, o ponto alto vai ser em Fátima, na Capelinha das Aparições, onde às 18h30 as crianças vão rezar o Terço. A cerimónia será transmitida pela Rádio Renascença.

No entanto, as crianças de todo o país podem participar onde quer que estejam, nas escolas, hospitais, paróquias, movimentos ou até em suas casas junto da família. “O importante é rezar ao longo do dia por esta intenção” da paz no mundo, sobretudo no Iraque e na Síria, reconhece Catarina Martins Bettencourt.

Espera-se que participem em todo o país entre 15 mil a 20 mil crianças.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.