|

 Casos Ativos

 Internados

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Costa e o acordo do Brexit. "É ótimo"

17 out, 2019 - 12:09 • Redação com Lusa

"Espero que a quarta seja de vez”, diz o primeiro-ministro, garantindo que está "muito empenhado” em trabalhar na “relação futura com o Reino Unido".

A+ / A-

O primeiro-ministro, António Costa, manifesta-se satisfeito com acordo para o Brexit alcançado esta quinta-feira entre Londres e Bruxelas.

“É ótimo. A grande prioridade que tínhamos era evitar uma saída sem acordo. Espero que o acordo seja aprovado logo, na União Europeia e também no Parlamento britânico”, afirmou o primeiro-ministro, esta quinta-feira, em Bruxelas, à entrada para o Conselho Europeu.

“Chegamos a um acordo com Cameron, a um acordo com May, houve depois um aditamento ao acordo com May que também não foi aprovado. Espero que a quarta seja de vez”, acrescentou o chefe do Governo.

Nestas declarações, Costa lembrou ainda que Portugal e a Inglaterra têm a “mais antiga aliança mundial”, pelo que o Governo está "muito empenhado” em trabalhar na “relação futura com o Reino Unido, nosso vizinho, nosso parceiro económico".

Questionado sobre os termos do acordo e se estes vão ao encontro das exigências dos 27, o primeiro-ministro apontou que as indicações que tem “é que satisfazem todos os requisitos que tinham sido colocados, em particular manter a integridade do mercado interno, a integridade também naturalmente do Reino Unido e o respeito do acordo de Sexta-feira Santa entre a República da Irlanda e a Irlanda do norte, de forma a não comprometer o processo de paz na Irlanda”.

“Acho que está tudo assegurado e, portanto, isso é um excelente sinal, e espero por isso que seja aprovado logo”, rematou Costa.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.