A+ / A-

Apesar dos juros baixos, banca sobe margem financeira para quase 3.200 milhões de euros

17 out, 2019 - 16:52 • Sandra Afonso

Margem financeira da banca subiu mais de 3%, segundo dados da Associação Portuguesa de Bancos.

A+ / A-

Mesmo com juros historicamente baixos, a banca subiu a margem financeira em mais de 3%. Os dados relativos ao primeiro semestre foram avançados esta quinta-feira pela Associação Portuguesa de Bancos, com base nos números do Banco de Portugal.

A banca tem alertado para o impacto dos juros baixos ou até negativos nas contas, mas melhorou a rendibilidade, aumentou o produto bancário e reduziu o malparado. Os lucros caíram, mas para esta descida contribuíram, sobretudo, os 400 milhões de prejuízo do Novo Banco.

Segundo o relatório hoje divulgado, a margem financeira da banca subiu para quase 3.200 milhões de euros. O produto bancário aumentou também mais de 3%, os empréstimos a clientes cresceram 3,7%, para cerca de 237 milhões de euros, e os depósitos outros 3,2%, para mais de 269 milhões.

Ainda de acordo com os dados, até a solvabilidade dos bancos subiu ligeiramente, para 13,9%. Por outro lado, o malparado caiu quase mil milhões, para 23.447 milhões de euros no final do segundo semestre, representando agora 8,3% do total de crédito concedido.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.