|
O Mundo em Três Dimensões
Números que contam histórias de segunda a sexta-feira (05h40, 17h50 e 21h05).
A+ / A-
Arquivo
O Mundo em Três Dimensões - Allyson Felix - 15/10/2019
O Mundo em Três Dimensões - Allyson Felix - 15/10/2019

O Mundo em Três Dimensões

Allyson Felix. Mais medalhas do que Bolt e batalha ganha pelas mulheres

15 out, 2019 • Marta Grosso , Paulo Teixeira (sonorização)


Fez história no campeonato mundial de Doha e conseguiu que a Nike melhorasse os contratos com as atletas que são mães. Allyson Felix tem 33 anos e 26 medalhas no seu currículo.

Foi no princípio do mês (2 de outubro) que Allyson Felix ganhou a sua 12ª medalha de ouro em campeonatos mundiais, batendo neste item o conhecido jamaicano Usain Bolt.

Doze medalhas, 10 meses depois de ser mãe.

Quando decidiu começar uma família, a atleta sabia que a sua carreira podia estar em risco. Mas não se conformou. Iniciou uma luta pelos direitos das mulheres atletas que decidem ser mães. E foi implacável.

Uma das batalhas foi com uma conhecida marca desportiva. Em 2018, a Nike queria pagar menos 70% à atleta por ter sido mãe. Depois de difíceis negociações, Allyson Felix ganhou a batalha, e não foi só no seu contrato. Em maio, a Nike anunciou que as atletas recém-mamãs não seria penalizadas no pagamento durante o primeiro ano de vida do bebé.

Em setembro, a marca decidiu dar um passo em frente e prolongou a medida aos 18 meses, contando com os oito meses antes da data prevista do parto.

Allyson Felix abriu caminho a outras mulheres atletas. No mesmo dia em que ganhou a 12ª medalha de ouro, Fraser-Pryce, da Jamaica, também ganhou uma medalha de ouro. E festejou com o seu filho de dois anos.


Fraser-Pryce também temeu pelo fim da carreira quando engravidou. Muitos lhe disseram para desistir, mas ela teimou em continuar a correr.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Pedro Gomes
    15 out, 2019 Setúbal 08:16
    Deve ser prima do João Felix.