Tempo
|
A+ / A-

Campeonato de Portugal

Marinhense fecha as portas do estádio devido a "perseguição" da PSP

14 out, 2019 - 09:34 • Redação

Clube de Leiria, que milita no Campeonato de Portugal, vai realizar todos os jogos até ao fim da época à porta fechada.

A+ / A-

O Atlético Clube Marinhense, clube que milita na Série C do Campeonato de Portugal, anunciou que vai realizar todas as partidas em casa à porta fechada, até ao fim da época, devido a uma "perseguição pelo Comando da PSP da Marinha Grande".

"Com muito pesar, vem a direção do Marinhense informar que, futuramente, todas as partidas de futebol disputadas por esta instituição na qualidade de clube visitado, serão disputadas à porta fechada, sem acesso de nenhum sócio, adepto ou simpatizante, com claro prejuízo para todos os que amam esta modalidade/clube", pode ler-se no comunicado emitido pelo clube.

O emblema de Leiria explicou a decisão e deixa acusações à Polícia de Segurança Pública da Marinha Grande.

"Tal medida é tomada, em virtude da 'perseguição' que o clube está a ser alvo, nomeadamente, pelo Comando da PSP da Marinha Grande, que escalou dois agentes à paisana, para que, misturando a qualidade de sócios com a de agentes da autoridade, procedessem a uma série de fiscalizações e apreensões “ao(s) bar(es)” desta Instituição, destacando-se que as mesmas foram devidamente preparadas com o claro intuito de ferir a Instituição, pois já haviam, inclusivamente, sido tentadas na passada semana", acrescenta a nota.

O Marinhense ressalva ainda que "não pretende de forma alguma condicionar a actividade policial nos termos da lei, todavia, não pode igualmente consentir/permitir um extravasar da mesma".

O emblema de Leiria ocupa a 13ª posição na Serie C do Campeonato de Portugal.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.