A+ / A-

​Novo terminal de Sines vai custar 642 milhões e estará concluído em 2024

12 out, 2019 - 18:26

Quando a obra estiver terminada, o terminal de Sines terá uma capacidade de movimentação anual de 3,5 milhões de contentores.
A+ / A-

O Governo anunciou este sábado o lançamento de um concurso público internacional para a concessão do novo terminal de contentores do Porto de Sines, uma obra orçada em 642 milhões de euros, que deverá estar concluída em 2024.

O anúncio foi feito ao início da tarde pela ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, que adiantou que o concurso será lançado formalmente na terça-feira, para um prazo de concessão de 50 anos.

Numa sessão pública realizada no Ministério do Mar, no concelho de Oeiras, a governante explicou que será um concurso público internacional para a concessão, em regime de serviço público, de um novo terminal de contentores no Porto de Sines (distrito de Setúbal), designado por Terminal Vasco da Gama.

O caderno de encargos contempla o projeto de construção e exploração, existindo um prazo de nove meses para apresentação de propostas.

O Governo prevê que a adjudicação desta obra seja feita no último trimestre de 2020 e que esta possa ter início em 2021, com uma duração aproximada de três anos.

A construção do novo terminal de Sines representa um investimento total de cerca de 642 milhões de euros e terá uma capacidade de movimentação anual de 3,5 milhões de TEU (medida padrão para calcular o volume dos contentores).

Do valor total de investimento, que será feito por fundos privados pela futura entidade concessionária, estima-se que 225 milhões de euros sejam para equipamentos e os restantes 417 milhões para infraestruturas.

A tutela estima que o novo terminal de Sines gere um impacto económico total de 524 milhões de euros, representando 0,28% do Produto Interno Bruto (PIB) e 0,33 % do Valor Acrescentado Bruto (VAB) português.

Já a nível do emprego, o Governo acredita que possam ser criados 1.350 postos de trabalho diretos na fase de exploração.

No final da sessão, que serviu para oficializar o prolongamento da concessão do Porto de Sines, a ministra do Mar sublinhou que a construção do novo terminal poderá colocar o 'hub' de Sines ao nível dos grandes portos europeus, como é o caso do de Roterdão (Holanda) e Antuérpia (Bélgica).

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.