Tempo
|
A+ / A-

Apoio às artes. Subsídios de 18,7 milhões até 2021

11 out, 2019 - 12:17 • Maria João Costa

Direcção-Geral das Artes (DGArtes) divulgou resultados provisórios dos concursos bienais e indica que há um aumento de 17% face ao anterior concurso bienal.

A+ / A-

O resultado dos concursos de apoio às artes foi divulgado esta sexta-feira de manhã pela Direção-Geral das Artes (DGArtes) e, de acordo com a nota de imprensa, vão ser apoiadas 102 entidades artísticas.

Em comunicado, a DGArtes indica que 33% das estruturas recebem apoio pela primeira vez. Estes são resultados provisórios. Segue-se agora uma fase de audiência dos interessados até 25 de outubro.

Ao todo são distribuídos 18,7 milhões de euros para o próximo biénio 2020/2021. A DGArtes refere que há um aumento de 17% face ao anterior concurso bienal. Nas contas feitas pelo Estado, “entre 2015 e 2019 o apoio público às artes cresceu 83%”.

A estrutura do Ministério da Cultura indica ainda no comunicado agora enviado à imprensa que este “é o primeiro concurso aberto após as alterações introduzidas no modelo de apoio às artes” que tanta polémica deram no passado.

De um total de 177 candidaturas elegíveis, 102 vão receber apoio, sendo que 32% são subsídios a projetos na área da programação e 68% para projetos em seis áreas de criação.

Quanto à distribuição regional, a Área Metropolitana de Lisboa é a que recebe a maior fatia, com mais de seis milhões. Contudo, em comparação com anos anteriores as zonas norte e centro são as que proporcionalmente viram os subsídios aumentarem mais.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.