A+ / A-

EUA e China anunciam "cessar-fogo" na guerra comercial

11 out, 2019 - 21:19 • Redação

Washington vai suspender o aumento de taxas sobre produtos chineses, que devia entrar em vigor na próxima semana.
A+ / A-

Os Estados Unidos e a China alcançaram um acordo parcial para acabar com a guerra comercial entre os dois países, iniciada há 15 meses.

Washington vai suspender o aumento de taxas sobre produtos chineses, no valor de 250 mil milhões de dólares, adianta a agência Associated Press. A subida das tarifas sobre as importações chineses, entre 25% e 30%, deveria entrar em vigor na próxima terça-feira.

Em contrapartida, Pequim vai comprar produtos agrícolas norte-americanos num valor entre 40 a 50 mil milhões de dólares.

Numa primeira reacção, o Presidente norte-americano, Donald Trump, anunciou que os Estados Unidos “alcançaram um acordo substancial de fase 1 com a China”.

Os dois lados estão muito perto de terminar a guerra comercial iniciada há 15 meses e dentro de cinco meses deverá haver um acordo escrito, afirmou Trump após uma conversa com o vice-presidente chinês, Liu He.

O secretário do Tesouro dos EUA, Steven Mnuchin, fala num “acordo fundamental sobre temas importantes, mas ainda há trabalho a fazer”.

Para resolver em futuras rondas negociais ficam temas mais sensíveis, como as alegações de Trump de que a China obriga outros países a entregar segredos em troca de acesso ao mercado chinês.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.