A+ / A-
Sporting

Rogério Alves apela a que “discordância e divergência” sejam manifestadas “sem injúrias, sem difamação"

09 out, 2019 - 20:17 • Redação

Reunião magna dos leões vai votar o relatório e contas do exercício 2018/19.
A+ / A-

O presidente da mesa da assembleia geral do Sporting deixa apelo aos sócios que vão participar na reunião desta quinta-feira: “Pedia que a discordância e a divergência fossem manifestadas nos termos que os estatutos preveem: sem injúrias, sem difamação, porque é infração disciplinar”.

Em declarações à SportingTV, Rogério Alves acrescenta que “as pessoas podem estar ou não de acordo, podem achar que foi brilhante, suficiente, mau, apresentar o que se fez. As contas são a mesma coisa, um documento escrito que vincula quem os fez. Não é preciso estar de acordo com a Direção ou com o que esta fez. O que está ali a ser apreciado é se as contas estão corretas e se o relatório é fiel”.

O dirigente leonino deixou um apelo aos sócios que vão à assembleia geral e filmam momentos da reunião.

“Estamos na era da mediatização, algumas pessoas utilizam telemóveis para filmar partes das AG que aparecem na comunicação social, mostrando aquilo que corre pior. De uma Assembleia de três, quatro ou cinco horas aparecem 30 segundos que tingem tudo o que acontece.”

A reunião dos leões tem como ponto único a votação do relatório e contas do exercício 2018/19.


legislativas 2019 promosite
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.