|
O Mundo em Três Dimensões
Números que contam histórias de segunda a sexta-feira (05h40, 17h50 e 21h05).
A+ / A-
Arquivo
O Mundo em Três Dimensões - Deputadas e abstenção - 04/10/2019
O Mundo em Três Dimensões - Deputadas e abstenção - 04/10/2019

O Mundo em Três Dimensões

Eleições e abstenção. Já viu o vídeo espanhol sobre comer “m****a frita”?

04 out, 2019 • Marta Grosso , Paulo Teixeira (sonorização)


Neste último dia de campanha, conheça alguns números sobre eleições legislativas.

Dos resultados de domingo, sairá um novo Parlamento. Nas últimas legislativas, em 2015, foram eleitos 230 deputados. Destes, 76 eram mulheres.

Nas primeiras eleições pós-25 de Abril, foram eleitas 19 deputadas, num total de 250 assentos parlamentares.

Curiosamente, o Partido Comunista tem hoje o mesmo número de mulheres no Parlamento do que em 1975: seis.

Já os outros partidos têm mais. O CDS tinha uma deputada e tem hoje sete; o PSD tinha duas e tem agora 29; e o PS tinha apenas seis, mas elegeu 27 nas últimas eleições.

Independentemente de serem mulheres ou homens, o importante é que o Parlamento seja a representação da vontade dos eleitores.

Certamente já lhe terá chegado, através de uma qualquer rede social – e mais do que uma vez – um vídeo em espanhol sobre… a abstenção.

Sabe quantos eleitores decidiram não votar em 1976? Quase 527 mil. Nas últimas eleições, foram mais de quatro milhões (4.273.748).

Ora, uma vez que o sistema que temos não contabiliza ou valoriza o voto em branco e a abstenção lhe garante… a tal porcaria de que fala o vídeo espanhol, não será melhor votar?

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.