A+ / A-

Rui Rio. Centeno "teve uma intervenção absolutamente desastrosa" nesta campanha

04 out, 2019 - 15:15 • Paula Caeiro Varela com Redação

"Sabe fazer umas contas, mas para a política demonstra falta de capacidade", reagiu o líder do PSD, depois de o minsitro e candidato do PS ter dito que o cenário macroeconómico do PSD é uma "aldrabice".

A+ / A-

O presidente do PSD, Rui Rio, reagiu esta sexta-feira às declações do ministro das Finanças, Mário Centeno, considerando que o também candidato a deputado pelo PS "teve uma intervenção absolutamente desastrosa" nesta campanha.

"O doutor Mário centeno teve uma intervenção absolutamente desastrosa ao longo da campanha eleitoral. Primeiro, porque veio criticar os nossos números sabendo, porque tem conhecimentos técnicos, que aquilo que estava a dizer não era verdade. Quando foi desafiado para um debate, fugiu ao debate e, agora, baixou demasiadamente o nível. Demonstra alguma falta de capacidade para a política. Sabe fazer umas contas, mas para a política demonstra falta de capacidade. Não há necessidade de partir para o insulto, disse Rio, à margem de um almoço com personalidades da área cultural, em Lisboa.

Na quinta-feira, numa intervenção num comício do PS em Setúbal, Centeno comparou o cenário macroeconómico do PSD à "aldrabice" de um comerciante que aumenta preços antes da época dos saldos, advertindo que Rui Rio vende o velho carro com uma pintura "novinha".

Rui Rio sublinhou que o PSD fez “um quadro macroeconómico com base naquilo que são as projeções do Conselho de Finanças Públicas, que é absolutamente isento, e em parte até também com o próprio Programa de Estabilidade do Governo que não diverge das nossas projeções nos primeiros anos”.

“Até o doutor Mário Centeno, pouco tempo depois de apresentarmos o quadro, disse que as nossas projeções eram prudentes. E elas são prudentes. Como eu disse, prudentes com ambição. É isto que eu respondo ao dr. Mário Centeno porque abaixo disto não tem resposta para dar”, rematou Rio.

Últimaslegislativas 2019
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.