|
A+ / A-

Arruda dos Vinhos. Detido suspeito de matar mulher e escondê-la em mala de viagem

03 out, 2019 - 11:22 • Redação

Mala foi descoberta por um cidadão quando passeava o cão, cerca das 14h00.

A+ / A-

A Polícia Judiciária deteve um homem, de 38 anos, suspeito de ter matado a companheira e de ter colocado o corpo dentro de uma mala, abandonando-a numa rua em Arruda dos Vinhos.

O cadáver da vítima, com 30 anos, foi encontrado quarta-feira.

Segundo a nota enviada à redação, a investigação apurou que o alegado autor, “possivelmente motivado por questões de natureza passional, atingiu a vítima com um golpe letal de arma branca, desferido num quarto que ambos haviam arrendado, numa habitação em que, à altura dos factos, não se encontravam outras pessoas”.

A Judiciária acrescenta que o detido colocou o corpo numa mala de viagem, que previamente adquirira, e preparou a sua saída da habitação, presumivelmente para se ausentar para o estrangeiro.

O homem foi localizado durante a noite, num espaço com vegetação densa, situado nas proximidades.

A Polícia Judiciária recolheu “relevante material de natureza probatória”, o qual incrimina o arguido.

O detido vai agora ser presente a primeiro interrogatório para conhecer as medidas de coação.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.