|
A+ / A-

Trump vai ser alvo de inquérito de destituição, avança “Washington Post”

24 set, 2019 - 19:42

Em causa poderão estar alegadas pressões do Presidente norte-americano ao homólogo ucraniano para investigar o candidato democrata Joe Biden.

A+ / A-

A presidente da Câmara dos Representantes, a democrata Nancy Pelosi, vai anunciar esta terça-feira a abertura de um inquérito formal de destituição do Presidente norte-americano, Donald Trump, avança o jornal “Washington Post”.

Nancy Pelosi tem marcada para esta noite uma declaração ao país. Fonte citada pelo “Washington Post” adianta que vai ser aberto um processo de "impeachment".

A Câmara dos Representates deverá tentar esclarecer se Trump pediu ao Presidente ucraniano para investigar o candidato democrata Joe Biden, em troca de contrapartidas.

Antes da notícia inquérito de "impeachment" ser avançada, o Presidente norte-americano anunciou esta terça-feira que vai divulgar a transcrição total de uma conversa com o homólogo ucraniano. Donald Trump nega que tenha pressionado Volodymyr Zelenskiy a investigar o candidato democrata Joe Biden e o filho.

Donald Trump garante que a conversa foi “totalmente apropriada” e que não houve qualquer proposta de ajuda dos Estados Unidos em troca de uma investigação.

Joe Biden pronunciou-se esta terça-feira sobre o caso. O candidato às primárias do Partido Democrata admite apoiar um pedido de destituição de Trump, se o Presidente não acatar os pedidos de informação do Congresso sobre a Ucrânia e outras matérias.

Segundo a imprensa norte-americano, nos últimos dias, a presidente da Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi, tem sondado outros congressistas da oposição democrata acerca de um possível processo de destituição.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.