A+ / A-

Costa felicita PSD, mas salienta "resultado histórico" do PS

22 set, 2019 - 23:25 • Redação com Lusa

Líder do PSD e primeiro-ministro garante que o Governo de Lisboa vai continuar a cumprir todos os compromissos assumidos com a Madeira, independentemente da cor do Governo regional.
A+ / A-

Veja também:


O secretário-geral do PS felicitou este domingo o PSD pela vitória nas eleições regionais da Madeira, mas salientou que os socialistas obtiveram "um resultado histórico, o melhor de sempre", ficando a cinco mil votos do triunfo.

António Costa assumiu esta posição após serem conhecidos os resultados das eleições regionais da Madeira, que o PSD venceu sem maioria absoluta (39,42%), embora com a possibilidade de formar Governo com o CDS, enquanto o PS teve 35,76%.

"Já tive a oportunidade de felicitar o presidente do PSD, Rui Rio, e o presidente do PSD/Madeira, Miguel Albuquerque, mas o resultado mais significativo foi o do PS. O PS obteve um resultado histórico, o melhor de sempre, com uma notável recuperação face há quatro anos", sustentou o secretário-geral do PS.

“Termos tido menos 5 mil votos que o PSD significa que não ganhámos e não atingimos o objetivo, mas não posso deixar de assinalar resultado histórico do PS nestas eleições na Madeira”, declarou.

António Costa garante que o Governo de Lisboa vai continuar a cumprir todos os compromissos assumidos com a Madeira, independentemente da cor do Governo regional.

“Os compromissos que assumimos com a Madeira, independentemente da solução de Governo mantêm-se integralmente”, declarou o primeiro-ministro.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.