|

 Casos Ativos

 Suspeitos Atuais

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Oito mortos e 530 doentes após uso de cigarros eletrónicos nos Estados Unidos

19 set, 2019 - 23:40 • Redação, com Reuters

A Autoridade Alimentar e de Medicamentos dos EUA está a investigar mais de 150 produtos e substâncias.

A+ / A-

Aumenta para oito o número de mortes relacionadas com a utilizam de cigarros eletrónicos nos Estados Unidos, anunciaram esta quinta-feira a autoridade de saúde do Missouri. A vítima é um homem com cerca de 40 anos.

A notícia é conhecida no dia em que foi revelado um novo balanço dos casos de doença respiratória aguda em fumadores de cigarros eletrónicos.

Não há sinal de que o problema esteja contido. Numa semana, o número de casos disparou de 380 para 530.

Três quartos dos pacientes são do sexo masculino e a maioria tem entre 18 e 34 anos de idade, indicam os dados oficiais.

A Autoridade Alimentar e de Medicamentos dos EUA está a investigar mais de 150 produtos e substâncias.

Também anunciou que colocou em campo o seu departamento de investigação criminal para identificar a origem do surto de problemas respiratórios entre fumadores de cigarros eletrónicos.

A Sociedade Portuguesa de Pneumologia (SPP) recomendou aos médicos que comuniquem às autoridades de saúde casos de doentes com sintomas respiratórios agudos que suspeitem estar ligados ao consumo do cigarro eletrónico.

Este conselho faz parte de um conjunto de cinco recomendações emitidas esta quarta-feira pela SPP na sequência do número crescente de casos de doença respiratória grave, de causa desconhecida, mas associada ao uso de cigarros eletrónicos, nos últimos dois meses nos Estados Unidos.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.