Tempo
|
A+ / A-

​Vaticano pede julgamento de dois padres em caso de abusos sexuais

17 set, 2019 - 20:49 • Redação

Os alegados abusos aconteceram antes de 2012. O caso avançou com uma autorização especial do Papa Francisco.

A+ / A-

O promotor de justiça do Vaticano acusa o padre Gabriele Martinelli de abuso sexual, crime alegadamente cometido no pré-seminário S. Pio X, antes de 2012, avançou esta terça-feira a Santa Sé.

O reitor do estabelecimento, o padre Enrico Radice, também foi acusado pelo Ministério Público. Vai responder por favorecimento e tentativa de encobrimento do caso.

Os abusos aconteceram antes de 2012. As investigações foram iniciadas em novembro de 2017, na sequência de notícias divulgadas pela imprensa.

Embora os alegados abusos tenham ocorrido numa época em que não era possível levar o caso a julgamento sem uma queixa da vítima dentro do prazo de um ano, o processo avançou graças a uma disposição especial do Papa Francisco.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+