A+ / A-

Rio considera que as diferenças em relação a Costa ficaram marcadas no debate

17 set, 2019 - 21:51 • Lusa

Apesar de esclarecedor, o social-democrata reiterou que o debate "não foi decisivo", frisando que, até 6 de outubro, "ainda há um caminho a percorrer e ainda há muitas pessoas que vão decidir o seu voto".
A+ / A-

O líder do PSD, Rui Rio, defende que as diferenças entre o programa dos sociais-democratas e o dos socialistas "ficaram muito marcadas" no debate televisivo que teve na segunda-feira com o secretário-geral do PS, António Costa.

"Ficaram marcadas as diferenças daquilo que são os pontos fundamentais", disse Rui Rio aos jornalistas, à margem de uma visita a uma cooperativa frutícola, no Cadaval, e de uma adega cooperativa em Torres Vedras, no distrito de Lisboa.

Rui Rio, que esta terça-feira recebeu comentários de "pessoas que gostaram da sua prestação", deu como exemplos as diferenças nas áreas económica e fiscal, para concluir que são "dois projetos completamente distintos".

Apesar de esclarecedor, o social-democrata reiterou que o debate "não foi decisivo", frisando que, até 6 de outubro, "ainda há um caminho a percorrer e ainda há muitas pessoas que vão decidir o seu voto".

"Ao contrário de há uns anos, em que as pessoas tinham o voto definido de uma forma muito clubística, votando sempre no mesmo, hoje houve uma evolução que considero positiva e o voto é mais volátil em função de cada momento antes das eleições", considerou.

Numa visita dedicada à agricultura na região Oeste, o líder do PSD defendeu que "é preciso um modelo de crescimento económico completamente diferente, centrado nas exportações e no investimento", classificando como "bons exemplos" a central fruteira Coopval e a Adega Cooperativa de São Mamede da Ventosa que visitou.

"Se não investirmos não teremos um potencial de produção maior e se o potencial não cresce não podemos vender mais. Por outro lado, é fundamental as exportações", declarou.

Rui Rio alertou ainda que a idade média dos agricultores é de 65 anos e que se o país não for capaz "de rejuvenescer o tecido empresarial da agricultura", a médio prazo não terá agricultura.

Rui Rio estará novamente frente a frente com António Costa, e com os líderes de Bloco de Esquerda, PCP, CDS e PAN, esta quarta-feira, num debate das rádios Renascença, Antena 1 e TSF, que começa às 10h05,


legislativas 2019 promosite
Últimaslegislativas 2019
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.