|
A+ / A-

Canadá

"Jojo Rabbit" vence prémio no Festival de Cinema de Toronto

16 set, 2019 - 09:30 • Lusa

"Jojo Rabbit", o filme do realizador neozelandês Taika Waititi, é uma sátira sobre a Segunda Guerra Mundial, em que uma criança alemã de 10 anos tem Hitler como amigo imaginário. O festival exibiu vários trabalhos portugueses premiados noutros concursos.

A+ / A-

O filme "Jojo Rabbit" venceu no domingo o prémio do público do Festival Internacional de Cinema de Toronto (TIFF), tornando-se assim um forte candidato a vencedor dos Óscares deste ano.

O filme do realizador neozelandês Taika Waititi - uma sátira sobre a Segunda Guerra Mundial, em que uma criança alemã de 10 anos tem Hitler como amigo imaginário - foi o filme mais votado pelo público que assistiu aos filmes que desde 05 de setembro foram passando na 44.ª edição do TIFF.

Embora o prémio monetário seja pouco elevado em comparação com outros eventos do género - 15 mil dólares (cerca de 13.500 euros) -, o vencedor deste festival canadiano é considerado por muitos como um dos barómetros mais rigorosos para prever quais filmes serão bem-sucedidos nos Óscares.

O Festival Internacional de Cinema de Toronto encerrou domingo a sua 44.ª edição, tendo incluído vários filmes portugueses na programação, desde o novo trabalho de Pedro Costa ao mais recente de Tiago Guedes.

A primeira edição do festival com a portuguesa Joana Vicente como diretora executiva exibiu “Vitalina Varela”, de Pedro Costa, premiado com o Leopardo de Ouro do Festival de Locarno, “A Herdade”, de Tiago Guedes, que a crítica independente premiou em Veneza, com o prémio paralelo Bisato d’Ouro (Enguia de Ouro), “Sol Negro”, de Maureen Fazendeiro, e ainda a curta-metragem “A mordida”, de Pedro Neves Marques.

O festival contou ainda com as coproduções portuguesas “Frankie”, de Ira Sachs, “Liberté”, de Albert Serra, e “Made in Bangladesh”, de Rubaiyat Hossain.

Na programação do festival encontrava-se também “Color out of space”, de Richard Stanley, com Nicolas Cage, filmado em Portugal.

Os filmes exibidos são premiados por votação do público.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.