Ribeiro Cristovão
Opinião de Ribeiro Cristovão
A+ / A-

​Sofrer até ao fim

16 set, 2019 • Opinião de Ribeiro Cristovão


O regresso dos campeonatos, pós período dedicado às seleções, trouxe de volta a emoção, os lances passíveis de muita discussão e, nos jogos dos três grandes, a dúvida sobre os desfechos que permaneceu até ao fim.

É verdade que o Benfica venceu mercê de uma vantagem maior do que os concorrentes mais diretos, mas a capacidade sempre revelada pela excelente equipa do Gil Vicente não permitiu que os foguetes estralejassem antes do fim da festa. Mas, nos casos, do Futebol Clube do Porto e do Sporting Clube de Portugal tivemos situações diferentes.

Os portistas chegaram mesmo a uma vitória sofrida nos derradeiros instantes do jogo, tendo com isso dado ao resultado final uma imagem mais correta do que se passara durante praticamente todo o jogo disputado no barlavento algarvio.

Nos leões centrava-se a grande expectativa da jornada, dadas as circunstâncias que marcavam o seu regresso ao Campeonato, após a saída do treinador e a sua substituição por um técnico português, a chegada de novos jogadores aos quais, pensava-se, poderia ser dada uma primeira oportunidade. Juntava-se a tudo isso o reconhecimento das enormes dificuldades que a equipa leonina iria certamente encontrar no estádio do Bessa.

E assim aconteceu, de facto. Esteve longe de satisfazer a sua primeira parte mas, após esse período, a “nova” equipa reequilibrou-se e, alguns jogadores, em especial o ex-Everton Bolasie, acabaram mesmo por deixar a ideia de que com uma mais prolongada e melhor adaptação poderão acabar por render muito mais.

Para além dos grandes, sempre os donos das grandes manchetes, o Famalicão merece destaque especial. Vindo de um escalão inferior, comanda à quinta jornada a tabela classificativa sem sentir ali por perto a incómoda presença de um qualquer adversário.

E, no fim-de-semana que se segue, teremos os famalicenses em Alvalade para ali enfrentar o Sporting, o que, só por si, passou já a despertar a maior curiosidade.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.