A+ / A-
Cosmética

Infarmed ordena retirada do mercado de creme com "conservante proibido"

16 set, 2019 - 16:40 • Agência Lusa

"Uso deste produto pode colocar em risco a saúde humana", alerta a Autoridade Nacional do Medicamento.
A+ / A-

O Infarmed ordenou esta segunda-feira que seja retirado do mercado o produto cosmético "D'Aveia Regenerador de Mamilos", por ter um conservante proibido desde 2015 para este tipo de produtos e que pode colocar em risco a saúde de quem o utiliza.

Num comunicado publicado no seu site, a Autoridade Nacional do Medicamento refere que constatou, no âmbito das suas atividades, que o produto cosmético “D´Aveia Regenerador de Mamilos" contém na sua composição o conservante Triclosan, cuja utilização para este tipo de produto cosmético se encontra proibida desde 30 de julho de 2015, de acordo com o disposto no Regulamento da União Europeia.

“Atendendo a que o uso deste produto pode colocar em risco a saúde humana”, o Infarmed ordena “a suspensão imediata da comercialização e a retirada do mercado de todas as unidades” deste produto, lê-se no mesmo comunicado.

A Autoridade do Medicamento adverte as entidades que dispõem de unidades deste produto que não os podem disponibilizar, devendo proceder à sua devolução.

Recomenda ainda aos consumidores que possuam este creme, fabricado pela empresa Dermoteca, para não o utilizarem.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.