A+ / A-

Presidente da República recorda Roberto Leal "com amizade"

15 set, 2019 - 14:18 • Lusa

Roberto Leal morreu este domingo, aos 67 anos, vítima de cancro.

A+ / A-

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, recordou este domingo "com amizade" o cantor português Roberto Leal, que morreu aos 67 anos, no Brasil, e sublinhou "o seu papel junto das comunidades portuguesas".

"O Presidente da República recorda Roberto Leal com amizade, lembrando o seu papel junto das comunidades portuguesas, nomeadamente no Brasil, com ligação às suas raízes, durante várias décadas", lê-se numa nota da Presidência da República, enviada à Lusa, em que Marcelo também expressa as suas condolências à família.

O cantor morreu na madrugada de domingo, em São Paulo.

Roberto Leal – nome artístico de António Joaquim Fernandes – emigrou para o Brasil aos 11 anos, em 1962, com os pais e nove irmãos.

Em São Paulo, após trabalhar como sapateiro e vendedor de doces, iniciou a carreira de cantor.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.