A+ / A-

Lito. “É injusto dizer-se que o Bruno Fernandes foi massacrado neste jogo"

15 set, 2019 - 22:48 • Redação

Boavista e Sporting empataram 1-1 no estádio do Bessa, com golos de Marlon e Bruno Fernandes.
A+ / A-

O treinador do Boavista diz que "é uma pena jogar contra o Sporting, com jogadores de qualidade que tem, e não termos vencido este jogo”.

“Queríamos muito ter vencido este encontro, trabalhamos muito nesse sentido e fomos capazes de dividir muitos momentos. Foi uma pena termos sofrido um golo através de uma bola que é ressaltada. Acima de tudo, quero dar os parabéns aos meus jogadores, pelo querer, pela inteligência”, refere Lito Vidigal.

Em declarações à Sporttv, o técnico axadrezado lembra que o Boavista jogou “de muitas formas diferentes, com várias nuances táticas e sempre com os mesmos jogadores, não é fácil”.

Sobre as críticas de Leonel Pontes, que afirmou que Bruno Fernandes foi um "jogador muito massacrado", Lito Vidigal diz que essa afirmação é injusta.

"Gosto muito do Leonel Pontes, acho que é um bom treinador, mas acho que é injusto dizer-se que o Bruno Fernandes foi massacrado neste jogo e dizer que os meus jogadores são muito duros, gostava que fossem mais, mas não consigo incutir-lhes isso. Os meus jogadores são muito sérios e são muito leais, não acho justo isso. O Bruno é um craque, é extraordinário, é um dos melhores a atuar na liga portuguesa, mas acho injusto dizer-se isso. Dizer isso dá uma imagem negativa e não é verdadeiro", concluiu.

Boavista e Sporting empataram 1-1 no estádio do Bessa, com golos de Marlon e Bruno Fernandes.


legislativas 2019 promosite
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.