A+ / A-

Ogier vence Rali da Turquia

15 set, 2019 - 14:27 • Lusa

Piloto francês voltou ao segundo lugar do campeonato do mundo de ralis.
A+ / A-

O francês Sébastien Ogier venceu, este domingo, o Rali da Turquia e regressou ao segundo lugar do Campeonato do Mundo, após 11 provas, ao terminar com 34,7 segundos de vantagem sobre o finlandês Esapekka Lappi.

Chegando ao derradeiro dia com uma vantagem segura para o terceiro classificado, o norueguês Andreas Mikkelsen (Hyundai i20), e escudado pelo companheiro de equipa Esapekka Lappi, Ogier limitou-se a gerir o andamento, somando ainda três pontos de bonificação graças ao terceiro lugar na "power stage".

Ogier precisou de 3h50m12s1 para concluir as 17 especiais da prova turca, deixando Lappi a 34,7 segundos e Mikkelsen a 1.04,5 minutos, conquistando, assim, a 47ª vitória da carreira.

O líder do Mundial, o estónio Ott Tanak (Toyota Yaris), que desistira na véspera com problemas mecânicos, limitou as perdas ao ser o mais rápido na derradeira especial, somando cinco pontos extra. Terminando muito atrasado na classificação final, a 39.10,2 minutos do vencedor.

Com estes resultados, Tanak mantém a liderança do campeonato, quando faltam apenas três provas para o final da temporada, com 210 pontos. Ogier subiu a segundo, com 193, enquanto o belga Thierry Neuville (Hyundai i20), que foi apenas oitavo, tem 180.

Entre os construtores, a Hyundai mantém-se na frente do campeonato, com 314 pontos, seguindo-se a Toyota, com 295, e a Citroën, com 259. A próxima corrida será o Rali da Grã-Bretanha, de 3 a 6 de outubro.


legislativas 2019 promosite
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.