A+ / A-

Matilde nos cuidados intensivos depois de cirurgia bem-sucedida

14 set, 2019 - 10:55 • Filipe d'Avillez

A bebé de cinco meses foi sujeita a uma operação para aliviar a pressão intracraniana. Está em observação e deverá regressar ao seu quarto se tudo continuar a evoluir de forma positiva.
A+ / A-

A bebé Matilde já está nos cuidados intensivos, depois de ter sido sujeita a uma cirurgia para aliviar a pressão intracraniana, que lhe foi diagnosticada no dia 12 de setembro.

Numa publicação no Facebook, na conta gerida pelos seus pais, explica-se que a cirurgia correu bem e que a bebé, que tem cinco meses, está agora nos cuidados intensivos, para observação.

No domingo será feito um TAC para ver se a circulação do líquido intracraniano se está a fazer de forma regular e, se for esse o caso, será levada novamente para o quarto.

A bebé Matilde sofre de atrofia muscular espinhal do tipo I e tornou-se notícia depois de os seus pais terem conseguido angariar mais de dois milhões de euros para poder adquirir um medicamento revolucionário que não existia, à data, em Portugal.

O medicamento acabou por ser adquirido pelo SNS, com o dinheiro angariado a ser utilizado para ajudar outras crianças em situações difíceis, segundo os pais da criança.

Num post anterior, também no Facebook, os pais da Matilde esclareciam que a pressão intracraniana não está relacionada com o diagnóstico de atrofia muscular e que ela continua a reagir bem ao medicamento.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.