|
A+ / A-

Itália

82 migrantes do Ocean Viking autorizados a desembarcar em Lampedusa

14 set, 2019 - 11:27 • Lusa

Meios locais asseguram que a Guarda Costeira italiana está a analisar se permite a entrada no porto ao Ocean Viking ou se transfere os migrantes para outros barcos italianos em águas internacionais e os transporta para terra.

A+ / A-

Os 82 migrantes a bordo do barco humanitário Ocean Viking, das organizações não-governamentais (ONG) SOS Méditerranée e Médicos Sem Fronteiras (MSF), poderão desembarcar num porto de Lampedusa, confirmou a MSF nas redes sociais, este sábado.

"As autoridades italianas acabam de oferecer ao Ocean Viking um porto de desembarque seguro. Depois de seis dias do primeiro resgate, os 82 migrantes a bordo desembarcarão em breve em Lampedusa", escreveu a MSF.

A ONG e as autoridades locais não especificaram pormenores sobre o desembarque e os meios locais asseguram que a Guarda Costeira italiana está a analisar se permite a entrada no porto ao Ocean Viking ou se transfere os migrantes para outros barcos italianos em águas internacionais e os transporta para terra.

Em Itália ainda está em vigor o decreto de proibição de entrar em águas territoriais para barcos com migrantes, que foi aprovado pelo anterior Executivo, da Liga e do Movimento 5 Estrelas.

O anúncio de um porto para o navio ocorre depois de, a 12 de setembro, o Governo italiano ter informado que vários países europeus, sem especificar quais, concordaram no realojamento dos migrantes salvos a bordo.

O barco da SOS Méditerranée e da MSF socorreu no dia 08 de setembro 50 pessoas no Mediterrâneo e a 10 de setembro acolheu outras 34, que tinham sido assistidas no mar por um veleiro que não tinha condições para as manter a bordo.

Nos últimos dias, uma mulher grávida de nove meses e o marido tiveram de ser retirados para Malta.

O primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte, pediu em Bruxelas para que os países europeus promovam um mecanismo automático de redistribuição dos migrantes que navegam pelo Mediterrâneo com destino à Europa.

O Ocean Viking já esteve duas semanas no Mediterrâneo com 356 migrantes a bordo em agosto passado, até seis países europeus concordarem no realojamento dos resgatados, uma situação extrema criticada pela MSF, que pediu à UE um sistema permanente em vez de pactos pontuais para cada situação.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.