A+ / A-
Vuelta

Movistar pede desculpa por ataque após queda de Roglic

13 set, 2019 - 23:55 • Redação

Este sábado realiza-se etapa decisiva, com várias contagens de montanha.
A+ / A-

A Movistar, equipa espanhola de ciclismo, pediu desculpas por ataque após queda do camisola vermelha Primoz Roglic na etapa desta sexta-feira.

O ataque acabou por não surtir efeito, o chefe de fila da Jumbo-Visma reentrou no pelotão alguns quilómetros depois, mas a iniciativa dos espanhóis foi bastante criticada.

Face às críticas, a Movistar fez um comunicado.

"Desde a Movistar Team queremos pedir desculpas pelo sucedido na etapa de hoje da Vuelta. A nossa atuação respeitou exclusivamente àquilo que estava previsto à partida e, de modo algum, foi uma tentativa de aproveitar a queda dos nossos rivais. Desejamos que os factos ocorridos hoje sirvam para se alcançar, em benefício de todos, um critério único, tanto por parte das equipas como pela direção de corrida, sobre como atuar nestas situações", defendeu-se a equipa.

Na geral, Roglic tem 2.47 minutos de vantagem sobre Alexandro Valverde, da Movistar.

Este sábado, a 20.ª e penúltima etapa será decisiva, ligando Arenas de San Pedro à Plataforma de Gredos, ao longo de 190,4 quilómetros, com duas contagens de montanha de primeira categoria, duas de segunda e outras tantas de terceira.


legislativas 2019 promosite
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.