A+ / A-

Espanha. Chuvas torrenciais fazem três mortos

13 set, 2019 - 10:38 • Redação com agências

Mau tempo no sudeste do país foi provocado pela passagem da depressão Dana. Em alguns locais fez com que, em apenas uma tarde, chovesse o mesmo que num ano inteiro.
A+ / A-

As chuvas torrenciais que se abateram sobre o sudeste de Espanha já provocaram três mortos. A passagem de uma depressão levou a que em alguns locais chovesse o mesmo que num ano inteiro.

A vítima mortal desta madrugada é um homem de quase 80 anos, retido no interior de uma viatura apanhada por uma torrente de água e de lama num dos túneis da cidade de Almeria.

Um polícia conseguiu salvar duas outras pessoas que se encontravam na viatura, mas um dos ocupantes ficou encarcerado no automóvel, disse o presidente da Câmara de Almeria, Ramon Fernandez-Pacheco, à rádio Cadena Ser.

Esta é a terceira morte provocada pelas chuvas torrenciais no sudeste de Espanha, depois de na quinta-feira um homem e uma mulher terem morrido quando o carro em que seguiam foi arrastado pala água na estrada que liga Caudete com Fuente la Higuera, na província de Albacete, na comunidade de Castilla la Mancha.

As cidades espanholas de Almeria, Valência, Alicante e Murcia estão pelo segundo dia consecutivo sob alerta vermelho devido à depressão.

As chuvas torrenciais provocaram perturbações nos transportes, fizeram transbordar cursos de água e obrigaram a evacuar localidades ribeirinhas. Também já levaram ao encerramento do aeroporto de Almeria, na Andaluzia, devido à condição das estradas e ao consequente difícil acesso às instalações.

De igual modo, foram suspensas as atividades escolares na capital de Almeria e noutros municípios vizinhos e as autoridades desaconselharam os habitantes de conduzir.


legislativas 2019 promosite
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.