A+ / A-
Basquetebol

Tricampeão da NBA anuncia retirada

13 set, 2019 - 17:34 • Redação

Shaun Livingston, dos Golden State Warriors, termina a carreira aos 34 anos, com três campeonatos conquistados.
A+ / A-

Shaun Livingston, que foi três vezes campeão da NBA, anunciou, esta sexta-feira, a reforma do basquetebol.

Foi numa publicação no Instagram que o agora ex-jogador, de 34 anos, anunciou o fim da carreira de 15 anos e assumiu sentir-se "entusiasmado, triste, afortunado e grato de uma só vez".

"É difícil transmitir num texto todas as emoções necessárias para realizarmos os nossos sonhos. Não era suposto eu estar aqui. Qualquer pessoa que já bateu as probabilidades compreende o esforço mental e emocional que é preciso para nos inspirarmos numa subida contra o vento, quanto mais inspirarmos os outros", escreveu.

Livingston referia-se a uma lesão num joelho que o deixou em risco de amputação. O base precisou de vários meses de tratamento só para conseguir voltar a andar e só voltou a jogar mais de ano e meio depois da lesão.

"A lesão deu-me a oportunidade de me encontrar e de provar a mim mesmo (e ao mundo) que não seria definido pelas minhas circunstâncias. De todo o meu tempo na NBA, aquilo de que terei mais orgulho será sempre o facto de que o meu caráter, os meus valores e a minha fé foram postos à prova e eu perseverei", vincou.

Shaun Livingston iniciou a carreira na NBA nos Los Angeles Clippers, em 20024, e passou por Miami Heat, Tulsa 66ers, Oklahoma City Thunder, Washington Wizards, Carlotte Bobcats, Milwaukee Bucks, Cleveland Cavaliers e Brooklyn Nets, antes de rumar, em 2014, aos Golden State Warriors, última equipa que representou. Com os Warriors, venceu três vezes o anel de campeão, em 2015, 2017 e 2018.


legislativas 2019 promosite
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.