A+ / A-

Pichardo já foi controlado 15 vezes este ano: "Chegam a ir a minha casa às seis da manhã para isso"

13 set, 2019 - 09:29 • Redação com Lusa

O atleta luso-cubano acredita que pode vencer uma medalha nos Mundias de Atletismo, que se realizam no Qatar no final de setembro.
A+ / A-

Pablo Pichardo chegou atrasado à cerimónia de apresentação da seleção portuguesa que marcará presença nos Mundiais de Atletismo porque foi submetido a um controlo antidoping. O atleta luso-cubano assinala que este ano já foi controlado "uma 15 vezes".

Pichardo pediu desculpa por chegar atrasado e manteve-se firme, sem mostrar incómodo pela situação: "Não há problema. É melhor assim, para verem que estou limpo". Desta vez o controlo foi no Jamor, onde decorrer a apresentação da seleção, mas o saltador revela que, por vezes, tem visitas madrugadoras à porta de casa".

"Vão ao local onde treino, a minha casa, às seis da manhã. O meu pai já sabe. É ele que costuma abrir a porta", disse Pedro Pichardo, uma das grandes esperanças de Portugal para os Mundiais do Qatar.

"Quero ganhar o ouro, foi para isso que trabalhei. Se regressar com a prata, vão perceber que não estou totalmente feliz", sublinhou o atleta que vai representar Portugal no triplo salto, na companhia de Nélson Évora.

Os Mundiais de Atletismo decorrem em Doha, no Qatar, entre 26 de setembro e 6 de outubro.


legislativas 2019 promosite
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.