A+ / A-

Google paga mil milhões de euros e encerra investigação em França

12 set, 2019 - 16:43 • Redação, com Reuters

O acordo pode criar um precedente para outras grandes companhias ligadas ao setor da tecnologia e das redes sociais a operar naquele país.
A+ / A-

O Google vai pagar cerca de mil milhões de euros às autoridades francesas no âmbito de um acordo no âmbito de uma investigação por fraude fiscal.

O acordo pode criar um precedente para outras grandes companhias ligadas ao setor da tecnologia e das redes sociais a operar naquele país.

A investigação tentava determinar se a multinacional Google, cuja sede europeia está instalada em Dublin, na Irlanda, estava em falta na declaração de rendimentos e no pagamento de impostos ao Estado francês.

O acordo prevê o pagamento de uma coima de 500 milhões de euros e outros 465 milhões em taxas adicionais. O ministro das Finanças reclamava 1,6 mil milhões de euros.

A Google tem lucros milionários, graças às receitas geradas pela publicidade no seu motor de busca, mas paga poucos impostos na Europa, uma vez que tem sede fiscal na Irlanda, onde as taxas sobre as empresas são reduzidas.

O Presidente francês, Emmanuel Macron, já anunciou a intenção de criar um imposto especial para as grandes empresas tecnológicas que utilizam políticas de “otimização fiscal” agressivas.

Na resposta, o Presidente norte-americano, Donald Trump, ameaçou agravar os impostos sobre o vinho importado de França.


legislativas 2019 promosite
Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.