Tempo
|
A+ / A-

GNR resgata 113 migrantes, incluindo 49 crianças, ao largo da Grécia

12 set, 2019 - 11:12 • Redação

No total efetuaram-se três resgates desde a noite de quarta-feira até à madrugada de quinta-feira. Só este ano, os militares já auxiliaram 1.842 migrantes.

A+ / A-

O contingente da GNR que opera no Mar Egeu, no âmbito da missão Frontex, levou a cabo três salvamentos na noite de 11 para 12 de setembro, resgatando no total 113 pessoas, incluindo 49 crianças e 25 mulheres.

Numa nota enviada esta quinta-feira à Renascença, a GNR explica que “durante uma ação de patrulhamento, os militares detetaram uma embarcação de borracha que transportava migrantes, a cerca de duas milhas náuticas de distância do Porto de Pythagorio. A embarcação tinha cerca de sete metros, na qual seguiam 37 migrantes a bordo, dos quais 13 crianças, oito mulheres e 16 homens.”

Como o resgate foi feito antes do nascer do sol, os meios auxiliares a bordo, como o radar e os meios de visão noturna, foram fulcrais para o sucesso da deteção da pequena embarcação.

Já o segundo resgate aconteceu ao largo da ilha de Chios. Os militares foram alertados pelas autoridades gregas para a existência de uma embarcação de borracha de pequenas dimensões, onde seguiam 39 migrantes.

“Esta operação revelou-se de enorme dificuldade devido ao número elevado de crianças, sendo resgatadas 21 crianças, com idades compreendidas entre os cinco meses e os 17 anos, nove mulheres e nove homens, com idades compreendidas entre 20 e os 65 anos.”

Por fim, uma terceira situação envolveu uma embarcação de borracha à deriva com 37 migrantes abordo, incluindo 15 crianças, oito mulheres e 14 homens.

Em todos os casos, explica a nota da GNR, “os militares deram início ao resgate começando pelas crianças, de seguida as mulheres e, por último, os homens”.

Desde o início do ano, já foram resgatados e auxiliados 1.842 migrantes pela GNR que presta serviço na missão Frontex, da Agencia Europeia de Fronteira e Guarda Costeira.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.