A+ / A-
Sp. Braga 0-7 PSG

Miguel Santos. “Resultado foi pesado demais"

12 set, 2019 - 23:26 • Redação

Apesar da derrota na Champions, técnico disse estar “muito orgulhoso”. Segunda mão é em Paris daqui a duas semanas.
A+ / A-

O treinador do Sp. Braga mostrou-se resignado com a derrota pesada, mas orgulhoso pelas suas jogadoras.

Miguel Santos refere que "quando preparamos os jogos, é para ganhar, não esperamos perder, mas já tínhamos dito que o PSG tinha mais pontos fortes do que fracos e não conseguimos explorar esses pontos mais fracos”.

“Também há mérito do PSG, uma equipa que foi montada para tentar acabar com a hegemonia do Lyon em França e na Liga dos Campeões, tem um plantel vasto e riquíssimo", lembra.

O técnico arsenalista falou das suas jogadoras.

"Estou muito orgulhoso, foram sérias, deram tudo. Não tenho nada a apontar, o resultado foi pesado demais, não merecíamos, mas é futebol e também serve de aprendizagem, mas não é isso que belisca em nada a nossa campanha europeia.”

“Quero ver quem, nos próximos anos, vai fazer sete jogos europeus - nós fizemos cinco", reforça Miguel Santos.

Foi batido o recorde de assistências na Pedreira num jogo de futebol feminino. O técnico do Braga diz ter ficado “muito sensibilizado com o apoio dos sócios e adeptos, isso dá-nos força e motiva a equipa.”

Dentro de duas semanas joga-se a segunda mão em Paris. Miguel Santos admite que “se já estava difícil, agora está extremamente difícil.”

“Quando formos a Paris, vamos com menos carga de jogos, isso pode ser positivo. Espero que possamos ser melhores na fase de construção e mais perigosos e objetivos no ataque e, eventualmente, fazer golo. Em Paris, volta a estar 0-0, vamos fazer o melhor possível para dignificar o Sporting de Braga e o futebol português", acrescentou.

O Sp. Braga perdeu 7-0 contra o PSG na primeira mão da Liga dos Campeões.


legislativas 2019 promosite
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.