A+ / A-
Áustria

Estádio transformado em floresta com 300 árvores alerta para mudanças climáticas

11 set, 2019 - 09:00 • Sofia Freitas Moreira

Árvores foram plantadas no estádio de futebol de Wörthersee. A ideia é desafiar os visitantes ao recriar uma paisagem natural num contexto inesperado.

A+ / A-

“For Forest”, uma inervenção artística temporária do austríaco Klaus Littman, transformou o estádio de futebol de Wörthersee, em Klagenfurt, numa floresta com 300 árvores plantadas.

É a maior instalação artística pública, com entrada gratuita, que a Áustria alguma vez viu.

No site oficial do projeto, o artista explica que “a natureza, que agora não é valorizada, algum dia poderá ser encontrada apenas em espaços especialmente designados para o efeito, como é já o caso dos jardins zoológicos”.

Inspirado num desenho a lápis feito por Max Peintner em 1970, Littman transformou uma ideia numa realidade palpável e visível. A ideia é consciencializar as pessoas para as questões do desmatamento e das alterações climáticas.

“A instalação joga, de forma inteligente, com as nossas emoções, porque somos confrontados com o que deveria ser uma visão familiar, colocada num contexto totalmente diferente. Littmann desafia a nossa perceção da natureza e aguça a nossa consciência da relação futura entre a natureza e a humanidade”, lê-se no site.

A floresta é temporária e as 16 espécies de árvores vieram da Itália, Alemanha e Bélgica.

A partir do dia 27 de outubro vão ser transplantadas e colocadas em áreas próximas do estádio.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.