A+ / A-

“E-toupeira”. Sporting diz ser “incompreensível” a separação entre Benfica e Paulo Gonçalves

11 set, 2019 - 16:48 • Redação

Leões estranham decisão e garantem que vão continuar “a bater-se pela verdade desportiva”.
A+ / A-

O Sporting considera “incompreensível a cisão operada e agora mantida entre a referida [Benfica] SAD e o Dr. Paulo Gonçalves”.

Os leões reagem assim à decisão do Tribunal da Relação de Lisboa (TRL) de não levar a julgamento a SAD do Benfica no âmbito do processo 'E-toupeira'.

O TRL manteve a decisão instrutória da juíza Ana Peres, do Tribunal Central de Instrução Criminal.

A equipa de Alvalade estranha que o antigo assessor jurídico dos encarnados tenha “agido de motu proprio, com objectivo e finalidades difíceis de conceber.”

“A Sporting Clube de Portugal - Futebol, SAD continuará a bater-se pela verdade desportiva com energia e intransigência, permanecendo atenta e atuante no âmbito dos diversos processos sob investigação e que indiciam práticas de enorme gravidade, com potencial impacto na verdade desportiva e que serão, uma vez provadas, merecedoras de sanção adequada nos planos criminal e desportivo".


legislativas 2019 promosite
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.