A+ / A-

Bastonária dos Nutricionistas pede mais prevenção da obesidade

11 set, 2019 - 12:27 • Redação

Há mais de duas mil pessoas em lista de espera para cirurgias relacionadas com a obesidade. Alexandra Bento diz que a prevenção representa apenas 1% dos custos causados por estes problemas de saúde.
A+ / A-

A bastonária da Ordem dos Nutricionistas defende ser necessário maior investimento na prevenção da obesidade.

Atualmente há mais de dois mil doentes em lista de espera para cirurgia, por causa de questões ligadas a esta doença.

Os dados publicados pela Administração Central do Sistema de Saúde, esta quarta-feira, revelam um aumento de 61% desde o ano passado.

Em declarações à Renascença, a bastonária Alexandra Bento admite a dimensão do problema e afirma que é necessário maior investimento na prevenção.

“Perante a dimensão do problema será necessário o país apostar de uma vez por todas na prevenção desta doença de obesidade e, já agora, de outras doenças que se relacionam com a alimentação, como é o caso da hipertensão, diabetes e doença cardiovascular.”

“A prevenção é claramente o melhor caminho. Em termos de gastos públicos, a prevenção representa somente 1%”, explica.

Segundo os dados mais recentes, atualmente a obesidade afeta 16% dos portugueses.


legislativas 2019 promosite
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.