A+ / A-
Volta a Espanha

Quintana ganha mais de cinco minutos e ameaça liderança de Roglic

11 set, 2019 - 15:33 • Redação

O colombiano subiu do sétimo para o segundo lugar da geral e está, agora, a 2m24s do camisola vermelha. Nelson Oliveira fez "top-20" na 17.ª etapa da Vuelta, ganha por Philippe Gilbert.
A+ / A-

Nairo Quintana saltou do sexto para o segundo lugar na classificação geral individual da Volta a Espanha, esta quarta-feira, ao terminar a 17.ª etapa no 14.º lugar. O ciclista colombiano, da Movistar, ganhou mais de cinco minutos a Primoz Roglic (Jumbo-Visma), atual líder, e é, agora, a principal ameaça para o esloveno na corrida à camisola vermelha.

O vencedor da etapa, que ligou Aranda de duero a Guadalajara, num percurso de 144,4 quilómetros, foi o belga Philippe Gilbert (Deceuninck-Quick-Step), que chegou à meta sozinho, com dois segundos de vantagem sobre o grupo perseguidor, encabeçado pelo irlandês Sam Bennett (Bora-Hansgrohe) e pelo francês e colega de equipa Rémi Cavagna. Nairo Quintana foi 14.º, a 10 segundos de Gilbert.

Com este resultado, Quintana ganhou cinco minutos e 19 segundos a Roglic, que foi apenas 30.º, a 5m29s do vencedor da tirada. O esloveno chegou a par com os restantes favoritos. Quem também ganhou tempo foi o holandês Wilco Kelderman (Sunweb), que conseguiu o quinto posto na etapa, a dois segundos de Gilbert, e subiu ao sexto lugar da geral.

Contas feitas, Roglic mantém-se na liderança da Vuelta, mas agora tem Quintana, que estava a quase oito minutos de distância, a 2m24s, no segundo lugar. Por causa do colombiano, o espanhol Alejandro Valverde (Movistar) desceu para terceiro, a 2m48s de Roglic, e o esloveno Tadej Pogacar (UAE Team Emirates) caiu do pódio, a 3m42s. O colombiano Miguel Ángel López (Astana) passa a fechar o "top-5", a 4m09s do líder.

Um português em destaque na etapa e outro na geral

Nelson Oliveira foi o melhor português do dia, ao conseguir um lugar no "top-20" da 17.ª etapa. O ciclista da Movistar foi 19.º colocado, a 51 segundos de Gilbert, e está no 49.º lugar da geral, às portas do "top-50".

O dia não correu bem a Ruben Guerreiro (Katusha-Alpecin), que foi 100.º na tirada, a mais de 23 minutos do vencedor. Por causa disto, o português caiu do "top-15" da geral, para a 19.ª posição, a 35m33s de Roglic. Ainda assim, esta está a ser uma excelente prestação do ciclista da Bora.


legislativas 2019 promosite
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.